sábado, 1 de maio de 2010

Com 5 anos eu descobri que Papai Noel não existia. Talvez eu sempre soube disso, só estava me enganando. Afinal, que graça teria o Natal sem o Papai Noel? Eu mentia pra mim mesma buscando somente a minha felicidade. Com 14 anos eu descobri que o amor não existe. Quer dizer, não pra mim. Mas aí eu faço igual quando eu tinha meus 5 anos: eu finjo que ele existe pra dar alguma graça pra minha vida. Finjo acreditar no amor em busca da minha própria felicidade e até hoje ela não apareceu.

2 comentários:

  1. Doces ilusões mas que nos fazem tão bem ...

    ResponderExcluir
  2. Acho que nós vemos o que queremos e, se tu usas descrença como óculos, aí sim vai ser impossível ver tudo de bom que tem na tua frente. Porque amor não é só de beijo e abraço, não. É muito bom amar qualquer coisa que nos pareça valer a pena.

    ResponderExcluir